Esta sou eu a maior parte do tempo.. A procura de uma qualquer coisa que pode nem lá estar.. Mas estou sempre a procura, a espreita.. a espera... Mas esta é a espera do verbo "ter esperança" e não do verbo "esperar"...


Sou a eterna esperançada... Há quem chame ingenuidade, eu prefiro simplesmente acreditar em outra coisa.. Que o mundo não é capaz de destruir-me por dentro, que eu consigo (e provavelmente sempre conseguirei) ver o lado maravilhoso das coisas, por mais tristes que elas possam ser... Que acredito na bondade da Humanidade, que todos os homens são bons por dentro, ou lá no fundo, onde ninguém consegue enxergar.. eu tento ver ali... Que creio no poder de um sorriso ou de uma lágrima.. na sinceridade de um sentimento e na capacidade deste sentimento alterar outras pessoas, pelo simples facto de ser sincero... Que sinto a energia do Sol a nascer e que a natureza fala comigo pelos barulho das ondas do mar...

Por ser assim já decepcionei-me e desiludi-me algumas (muitas) vezes... e tudo porque nestas vezes, vi coisas que provavelmente não estavam lá.. ou talvez até estivessem e estejam até agora, talvez até estarão para sempre ... ms há sempre algum alguém que tentou escondê-las e foi mais forte ao ponto de eu acreitar que elas afinal não existiam. E o que posso eu fazer quanto a isso senão... pois é, sabe-se lá...

Mas enfim... mágoas praqui, mágoas pralí.. A verdade é que aquilo o que não me mata faz-me mais forte... E se forte já sou, mas forte posso vir a ser...
E prefiro estar sempre a procura... um dia acredito que vou encontrar...

Céu 2 Comentários | edit post
Gostas?