Se eu fosse um planeta ou astro, seria: O Cometa Halley
Se eu fosse uma direção seria: Sul (Pra onde os pássaros voam o no inverno...)
Se eu fosse um móvel, seria: Uma espreguiçadeira.
Se eu fosse um líquido, seria: Leite condensado
Se eu fosse um pecado, seria: Luxúria
Se eu fosse uma pedra, seria: Lápis-Azul
Se eu fosse uma árvore, seria: Uma Sequóia... (Vivem mais de 100 anos...)
Se eu fosse uma fruta, seria: Essa é difícil... Seria framboesa, ou ananás, ou côco, ou tangerina... ;)
Se eu fosse uma flor, seria: Uma malmequer amarelo
Se eu fosse um clima, seria: Tropical (Sem sombras de dúvidas...)
Se eu fosse um instrumento, seria: Guitarra eléctrica.
Se eu fosse um elemento, seria: Água.
Se eu fosse uma cor, seria: Roxo
Se eu fosse um bicho, seria: Uma Puma
Se eu fosse um som, seria: O barulho dos meus tênis a arrastar no chão de terra, areia e pedrinhas...
Se eu fosse uma música, seria: Crazy - Aerosmith, ou When u're gone - Bryan Adams e Mel C, ou Vambora - Adriana Calcanhoto... Tantas tantas tantas...
Se eu fosse um estilo musical, seria: Rock (ponto final.)
Se eu fosse um sentimento, seria: Amor incondicional
Se eu fosse um livro, seria: "Poeta, às vezes" (È meio infantil.. mas é muito fofo!)
Se eu fosse uma comida, seria: Bife à parmeggiana
Se eu fosse um lugar, seria: O Arpoador
Se eu fosse um gosto, seria: Gosto de àgua de côco
Se eu fosse um cheiro, seria: Perfume doce
Se eu fosse uma palavra, seria: Felicidade
Se eu fosse um verbo, seria: Saltar
Se eu fosse um objecto, seria: Um incenso.
Se eu fosse uma peça de roupa, seria: Um cinto.
Se eu fosse uma parte do corpo, seria: As mãos.
Se eu fosse uma expressão facial, seria: O Sorriso
Se eu fosse um personagem de desenho animado, seria: A Dee-Dee do Laboratório de Dexter..
Se eu fosse um filme seria: The Prestige (o mais importante é o último passo...)
Se eu fosse uma forma seria: Disforme
Se eu fosse um numero seria: 5 ou 7
Se eu fosse uma estação, seria: O verão!
Se eu fosse uma frase, seria: "Enquanto há vida há esperança!" ou então "O que não me mata faz-me mais forte!" :)
Céu 0 Comentários | edit post
Gostas? 


Esta sou eu a maior parte do tempo.. A procura de uma qualquer coisa que pode nem lá estar.. Mas estou sempre a procura, a espreita.. a espera... Mas esta é a espera do verbo "ter esperança" e não do verbo "esperar"...


Sou a eterna esperançada... Há quem chame ingenuidade, eu prefiro simplesmente acreditar em outra coisa.. Que o mundo não é capaz de destruir-me por dentro, que eu consigo (e provavelmente sempre conseguirei) ver o lado maravilhoso das coisas, por mais tristes que elas possam ser... Que acredito na bondade da Humanidade, que todos os homens são bons por dentro, ou lá no fundo, onde ninguém consegue enxergar.. eu tento ver ali... Que creio no poder de um sorriso ou de uma lágrima.. na sinceridade de um sentimento e na capacidade deste sentimento alterar outras pessoas, pelo simples facto de ser sincero... Que sinto a energia do Sol a nascer e que a natureza fala comigo pelos barulho das ondas do mar...

Por ser assim já decepcionei-me e desiludi-me algumas (muitas) vezes... e tudo porque nestas vezes, vi coisas que provavelmente não estavam lá.. ou talvez até estivessem e estejam até agora, talvez até estarão para sempre ... ms há sempre algum alguém que tentou escondê-las e foi mais forte ao ponto de eu acreitar que elas afinal não existiam. E o que posso eu fazer quanto a isso senão... pois é, sabe-se lá...

Mas enfim... mágoas praqui, mágoas pralí.. A verdade é que aquilo o que não me mata faz-me mais forte... E se forte já sou, mas forte posso vir a ser...
E prefiro estar sempre a procura... um dia acredito que vou encontrar...

Céu 2 Comentários | edit post
Gostas? 
Entro na sala apressada. Apago a luz, viro-me para trás e fecho a porta devagar, não quero acordar ninguém. Tenho vontade de puxar aquela porta com tanta força, que se ouviria do outro lado do planeta. Mas a minha fúria é só minha e os meus pais estão a dormir..
Sento-me no sofá. Estou cá há apenas 2 minutos, mas sinto-me só desde sempre. Olho a minha volta. Está tudo escuro. Abaixo a cabeça, encolho-me toda e deito-me no sofá. Agora sim sinto-me confortável e com vontade de pensar. E os mais estranhos pensamentos invadem-me a mente. E aquela fúria e vontade de destruir tudo e de ser má para todos, vai sendo substituída lentamente por um sentimento de tristeza bastante profundo. E as lágrimas inundam-me os olhos....

A garganta já está a apertar... O coração bate rápido e tenho dores de barriga. Neste momento os pensamentos deixam de fazer sentido e já não consigo raciocinar. Sinto medo, solidão, tristeza, angústia.... E sinto tudo ao mesmo tempo. Estou agora sozinha com aquilo de pior que existe em mim mesma. E sinto-me horrível. Sou horrível! Não quero que ninguém se aproxime, mas ao mesmo tempo sinto que necessito de toda a ajuda do mundo! Como é possível ninguém perceber? Estarão as pessoas a minha volta assim tão ocupadas com elas próprias que não me vêem, ou será que sou eu que escondo demasiado o que sinto, passando constantemente a impressão de que comigo está sempre tudo bem? Estou completamente invadida por perguntas e tenho sede de respostas...

Com o passar dos minutos vou-me consseguindo acalmar... As vozes interiores calam-se e pensar já não é assim tão difícil... Vou ao quarto, busco o caderno e uma caneta, mas passado 2 linhas de escrite já estou cansada. Sei que não é sono o que sinto e sim uma espécie de preguiça mental... Ou talvez seja apenas auto-protecção... Os últimos momentos custaram tanto que não quero mais tocar nas feridas, muito menos agora que já estou sossegada...
Talvez vá dormir para o quarto, talvez fique por ali... O sofá parece-me tão acolhedor, tão incomparavelmente protector...
Sinto medo de mim mesma e do mundo... Estou sozinha comigo mesma e com o mundo...

O que terá acontecido connosco?
Céu 0 Comentários | edit post
Gostas? 

Deixo aqui o meu destino traçado
E o faço à
léguas de distância
Com o coração marcado e cheio de esperança

Céu 1 Comentários | edit post
Gostas? 
Depois do furacão que foi o início deste ano, depois de todas as decisões e acontecimentos importantes que mudaram o rumo da minha vida.. Depois de eu chegar a conclusão de que "Parar era preciso"... Veio Santiago...
Parti em rumo de uma grande aventura, provavelmente uma das maiores da minha vida! Saí de Lisboa com poucas informações a respeito daquilo o que realmente seria o caminho, com apenas algumas noções do que eu deveria fazer quando fosse chegando ao fim de cada etapa, sem Credencial de Peregrino e com apenas um par de tênis...!!! Mas de bilhete de autocarro na mão, de partida marcada para Lisboa, e data de volta em Santiago... Cheia de esperança... Lá fui eu!

Na mochila trazia apenas o essencial: Nada a menos que pudesse precisar, nada a mais que fizesse peso desnecessariamente... Mas no meu coração, na minha mente e principalmente no meu espírito, a carga parecia tão pesada... Eram tantas as dúvidas, tantos os questionamentos, tantos os "porquês"...!!! Mais extraordinariamente havia qualquer coisa (forte, dentro ou fora de mim), que dizia-me, que aquela viagem iria simplesmente mudar a minha vida...
A verdade é que mudou. E todos os minutos de caminhada mostraram-me isto. Conhecer o grupo da Pastoral Universitária do Porto foi como um pequeno milagre. No fim dos 6 dias com eles, aquele pequeno milagre havia tomado forma de carinho, de respeito, de uma amizade muito bonita. Vivemos momentos muito bonitos de partilha, de conhecimento do outro. Através destes momentos, fui apercebendo-me que é assim que realmente conhecemo-nos a nós próprios, não apenas através de profundos momentos de introspecção e de isolamento... Conhecê-los fez-me sentir mais próxima de mim mesma, de um "eu" que sempre acreditei que deveria ser, mas que havia esquecido como era... Fez-me sentir mais próxima de Deus.. Fez-me aperceber do que é Deus pra mim e que esse Deus existe... Apresentou-se claramente como o expoente máximo do amor incondicional que deve existir entre os homens.

Hoje, passado cerca de 1 semana após esta fantástica experiência que não trocava por nada no mundo, sinto-me feliz e em paz. Ainda tenho muitas dúvidas, muitas inseguranças, é verdade! Mas quem não as tem? E quem não às terá sempre? Em maior ou menor nível!! Quanto a isso, não posso fazer nada... O que pode ser diferente em mim agora é a forma como decido ver todas estas questões e como lidarei com elas... Sem deixar que se transformem em verdadeiros fardos para minha alma.

Cheguei a Santiago e apercebi-me que a Caminhada não acabava ali. Pelo contrário, começava! Ali, eu simplesmente fechava a porta ao passado, porque daqui pra frente tudo será diferente e novo.

Deixei a pedra na cruz naquele dia. E nunca mais fui lá buscá-la.
Céu 1 Comentários | edit post
Gostas? 
Começo o blog com algo já escrito há pelo menos 2 anos.
É importante ressaltar que o conjunto de idéias descritas abaixo não têm por base nenhum racioncínio matemático ou fundamento científico. Não são portanto, nem de perto nem de longe, verdades absolutas. Baseiam-se apenas na minha curta experiência de vida, em coisas que aprendi, que presenciei, que senti...

"Preserve a natureza e não desperdice os recursos naturais.. Poupe luz, água, e faça reciclagem.
Aproveite o momento, porque aquele segundo que passou não volta atrás. Ame as pequenas coisas da vida, porque são essas que realmente interessam.
Converse por horas à fio, olhe sempre nos olhos.. Especialmente quando for para dizer "Amo-te", ou "sinto muito..."
Abrace forte e apertado. Um abraço sincero, daqueles que nos fazem sentir aconchegados são curativos.
Deixe a gargalhada escapar à vontade, abuse do bom humor e da boa disposição. Esforce-se para que as pessoas a tua volta sintam-se o mais á vontade possível na tua presenca..

Dê valor aos aniversários. Mesmo os daquelas pessoas que dizem que não ligam aos delas.
Atenda as suas chamadas sempre com um sorriso na voz.
Chore, sofra, faça birras.. não, não é sinal de fraqueza, e sim, de que crescer, como todas as coisas difíceis na vida, ás vezes dói!
Dê o teu melhor em tudo... Agora até podes não ser reconhecido. Mas o reconhecimento é como a verdade: Vem sempre ao de cima, cedo ou tarde.

Seja educado, abuse do "Com licenca", do "por favor", dos "Bom's dia" e do "Obrigada".... Se alguém te fez uma gentileza, agradeça! Por outro lado, se foram grosseiros para ti, pratique o perdão.

Sonhe, sonhe alto e longe... A vida é um constante buscar por objectivos..
Faça uma longa caminhada sozinho, quando tudo parecer mais estranho do que o normal... Tenha um coração o mais puro e bom possível! E procure não tomar as dores do mundo. Ajude no que puder e quando puder, se for a tua parte será o suficiente... Acredite que há sempre alguém lá em cima a olhar por tudo...


Peça ajuda, quando sozinho for difícil de mais.. E não sinta vergonha por isso.
Grite por socorro, grite de desespero, grite de alegria.. Soltar um berro de vez em quando liberta as más energias!!!
Tome gelado, coma batata-frita, vá ao cinema, aproveite as boas companhias, leia alguns bons livros, fique constipado porque andou a noite na chuva... Não se proteja demais... Não se arrisque demais... E ame ao maximo, pois amar, isso sim, nunca é demais! Reconheça os seus erros e as suas limitações, e procure não ir além delas... Não há sofrimento ou frustração maior do que tentar ser o que não somos por mera imposição social.

Durma muito, mas procure acordar cedo, não perca todo o dia... Aprenda todos os dias com todas as coisas, porque nunca sabemos o suficiente e nunca aquilo o que sabemos é pouco demais... Mas não te preocupes com isso, pois é apenas um sinal de que as opiniões evoluem, a forma de fazer as coisas alteram-se... e assim o mundo também evolue! Não tenha medo da mudança, pois ela é inevitável.. Triste não é mudar de opinião, triste é não ter opinião para mudar! Acredite nos seus principios e defenda-os! E não se deixe abalar pela agressividade inútil de pessoas com o espírito pequeno... Eleve os seus espíritos, não as acompanhando na sua irracionalidade...

E lembre-se de nunca perder a esperança! Enquanto houver vida, haverá esperança!!"
Céu 1 Comentários | edit post
Gostas?